Eleições 2014

Image and video hosting by TinyPic

Urbano, o herói manguense, em ação

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Jovem de 17 anos é morta a facadas pelo ex-namorado na porta de um pré-concurso em Montes Claros



Uma jovem de 17 anos foi morta na noite desta segunda-feira (5), em Montes Claros (MG). Segundo a Polícia Militar, ela teria sido assassinada pelo ex-namorado, Gustavo Vinicius de Souza, de 21 anos, que não se conformava com o fim do relacionamento.



A adolescente estava em sala de aula, quando recebeu uma ligação do ex-namorado, que pediu que ela saísse. “Quando ele chegou viu o carro do meu irmão parado e ligou para minha sobrinha, dizendo que se não descesse, iria matar o pai dela. Ela pediu licença à professora, desceu e ele a matou a facadas”, relata o tio da vítima, Paulo Geovane Borges da Silva.

Ainda de acordo com o tio, o ex-namorado já teria agredido a vítima e tentado envenenar a família. E, mesmo depois de matá-la, as ameaças contra os familiares continuaram por telefone.

Segundo a PM, a jovem foi atendida pelo Samu, mas morreu a caminho do hospital. O suspeito fugiu e até o momento não foi localizado.

O Colégio Solido divulga nota de pesar; “

O Colégio Sólido, de Montes Claros, lamenta o falecimento da jovem D.D.M.S, 17 anos, assassinada pelo ex-namorado na noite de segunda-feira, 5 de novembro, e se solidariza com a dor da família e de amigos.

Informa que D.D.M.S, natural de Francisco Sá/MG, onde também era residente, não era aluna de cursos regulares da escola. Estava matriculada, porém, desde o dia 18 de setembro de 2012 no preparatório para o concurso público da Polícia Militar, na unidade Pré-Concursos, localizada na Avenida Padre Chico, 403 – Centro.

Ressalta que todo o fato ocorreu fora da instituição, em via localizada ao lado, na Rua Euzébio Godinho. Segundo informações da própria Polícia Militar, a jovem, que já vinha sofrendo ameaças do ex-namorado motivadas por ciúmes já que não havia concordado com o término do relacionamento, teria recebido um telefonema do mesmo, dirigindo-se para fora, onde foi abordada.

O Colégio Sólido investe, em todas as suas unidades, em ferramentas que promovam a segurança de seus alunos dentro da escola, como câmeras de circuito interno, catracas, e monitoramento da portaria. Entretanto, frisa que não há como impedir a saída de alunos matriculados em cursos livres, como é o caso de preparatórios do Pré-Concursos, os quais não há a obrigatoriedade de permanecer dentro de sala de aula, dependendo do interesse do estudante, controlando, porém, o acesso de não-alunos.

Nossa instituição, através de sua direção e funcionários, compartilha da revolta causada em toda a sociedade norte-mineira e se indigna com esse brutal crime passional.”

Assessoria de Imprensa Colégio Sólido.

Um comentário:

  1. Hoje o que vale mesmo é a força do mais forte. Nosso país tá contaminado pela certeza da impunidade, esta é a verdade. Tudo pode lamentavelmente. Todo dia é a mesma coisa.

    ResponderExcluir

Clique na imagem e dê a sua opinião

Dê a sua opinião:

Qual a sua expectativa em relação à Manga nos próximos 4 anos?
Se transformará em um dos municípios mais prósperos da região
Não haverá mudanças expressivas em comparação com a realidade atual
Enfrentará mais problemas do que atualmente
Outro